Obras-primas: Os Pescadores de Pérolas (I Pescatori di Perle) – 2

Caprioli - Il Vittorioso nº 9Entre as aventuras ilustradas do Cavaleiro Andante, o novo semanário da Empresa Nacional de Publicidade, nascido em 5/1/1952 — que introduziram os leitores no vasto e heterogéneo universo das HQ europeias, em pleno desabrochar de experi- ências gráficas e narrativas que rompiam com os condicionalis- mos do passado —, algumas se impuseram, desde logo, pela riqueza da vertente estética e a singularidade dos temas e das personagens, factores aliados a um nível artístico altamente sugestivo e a uma moral cristã que induzia aos bons costumes e ao respeito por outros povos, raças e religiões.

Não tenho dúvidas de que, entre as histórias que melhor exaltam esse propósito, se incluem as duas criações de Franco Caprioli (oriundas do semanário católico Il Vittorioso) que iniciaram a relação dos leitores do Cavaleiro Andante com o seu estilo límpido e harmonioso: “O Elefante Sagrado” e “Os Pescadores de Pérolas”, duas aventuras de ambiente exótico, com fortes influências dos célebres romances de Emilio Salgari, a primeira (já reproduzida neste blogue) passada entre veleiros e tufões, tigres e rajás, ídolos e templos indianos, e a segunda desenrolada em Ceilão, no século XVII, quando a “lusa grei” ainda dominava essa grande ilha do Índico, hoje com o nome de Sri Lanka.

Durante os dez anos de existência do Cavaleiro Andante (de 1952 a 1962), Caprioli tornou-se uma das presenças mais assíduas na revista, num exemplo paradig- mático de popularidade associada ao primor artístico. E os louvores que obteve entre nós com as suas primeiras criações de grande beleza figurativa e com outros êxitos inspirados na mesma matriz de realismo poético — como “Falcões do Mar”, “O Fugitivo da Torre Vermelha”, “Kim”, “Dakota Jim” e “A Águia dos Mares” —, abriram caminho a uma plêiade de artistas italianos, sem grandes afinidades com o seu estilo, mas dotados de um talento tão exuberante como os dos melhores desenhadores franco-belgas, com cujos trabalhos ombrearam, durante anos, nas páginas do Cavaleiro Andante. E que, por isso, merecem ter também um lugar neste blogue dedicado ao seu ilustre companheiro de redacção.

O primeiro episódio da história em epígrafe pode ser visto aqui.

Os Pescadores de Pérolas  5 Os Pescadores de Pérolas  - 6

caprioli - Pescadores de pérolas 7 491

caprioli - Pescadores de pérolas 8 492

I Pescatori di perle - 5

I Pescatori di perle - 6

Caprioli - I Pescatori di Perle - 7

Caprioli - I Pescatori di Perle 8

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Le chat dans tous ses états - Gatos... gatinhos e gatarrões! de Catherine Labey

Pour les fans de chats e de tous les animaux en général - Para os amantes de gatos e de todos os animais em geral

largodoscorreios

Largo dos Correios, Portalegre

Interesting Literature

A Library of Literary Interestingness

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

%d bloggers like this: