Caprioli em exposição no Clube Português de Banda Desenhada

Chega finalmente à Amadora a grande exposição comemorativa do centenário de Franco Caprioli, que esteve patente em Moura e em Viseu, no ano de 2012, comissariada por Luiz Beira e Carlos Rico. Pela mesma altura, foram editados um fanzine e um e-book, por iniciativa, respectivamente, da Câmara Municipal de Moura e do Gicav de Viseu, principais organizadores deste memorável evento, que contou também com a colaboração de Fulvia Caprioli.

Se aprecia a obra do grande mestre italiano, com notável difusão em Portugal, desde os anos 1950 (no saudoso Cavaleiro Andante e noutras revistas, mas também em álbuns com as suas últimas obras), não perca esta mostra, amigo leitor. A inauguração será no próximo sábado, dia 20 de Outubro, pelas 16h00, na sede do Clube Português de Banda Desenhada.

À venda no local estará também, para os interessados, o referido fanzine, com o mesmo título da exposição, editado pela Câmara Municipal de Moura — texto de Jorge Magalhães, profusamente ilustrado com imagens de revistas portuguesas e estrangeiras, reproduzidas da sua colecção —, e que nesse mesmo ano de 2012 foi nomeado para os Prémios Nacionais de Banda Desenhada do Amadora BD.

No centenário do desenhador poeta – 5

mompeo-ri-1938Apresentamos hoje as páginas 30-39 de um trabalho publicado em 2012, no âmbito da exposição comemorativa do centenário do famoso Mestre italiano (1912-1974), que esteve patente em Junho (Moura) e em Agosto (Viseu) desse mesmo ano, numa iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Moura e do GICAV (Grupo de Intervenção e Criatividade Artística de Viseu).

Tanto o fanzine como o e-book editados respectivamente pela CMM e pelo GICAV, ambos recheados de imagens das histórias originais de Caprioli, fotos de família e outros documentos raros e inéditos, estão hoje praticamente esgotados, pelo que decidimos publicar neste blogue a sua primeira parte, extraída directamente do e-book, que contém, nas últimas páginas, a seguir reproduzidas, algumas alterações (incluindo novas e excelentes imagens).

O texto e a coordenação, tanto do fanzine como do e-book, pertencem a Jorge Magalhães e o arranjo gráfico a Catherine Labey, com o apoio de Carlos Rico (um dos comissários da exposição inaugurada em Moura) e de Fulvia Caprioli, filha dilecta do saudoso Mestre.

Layout 1

Layout 1

Layout 1

No centenário do desenhador poeta – 4

Caprioli (auto-retrato)Apresentamos hoje as páginas 25-29 de um trabalho publicado em 2012 pela Câmara Municipal de Moura, no âmbito de uma exposição comemorativa do centenário do famoso Mestre italiano (1912-1974), que esteve também patente em Viseu, em Agosto desse mesmo ano, numa iniciativa conjunta do município de Moura e do GICAV (Grupo de Intervenção e Criatividade Artística de Viseu).

Tanto o fanzine da CMM como o e-book editado pelo GICAV, recheados de imagens das histórias originais de Caprioli, fotos de família e outros documentos raros e inéditos, estão hoje praticamente esgotados, pelo que decidimos reproduzir neste blogue a sua 1ª parte, extraída directamente do e-book, que contém, na parte final, algumas alterações (incluindo novas e excelentes imagens.

O texto e a coordenação, tanto do fanzine como do e-book, pertencem a Jorge Magalhães e o arranjo gráfico a Catherine Labey, com o apoio de Carlos Rico (um dos comissários da exposição inaugurada em Moura) e de Fulvia Caprioli, filha dilecta do saudoso Mestre.

Por ser extensa e profusamente ilustrada, esta monografia foi dividida em várias partes, no nosso blogue, com a preocupação de não quebrar a unidade do todo. Em breve apresentaremos as últimas páginas.

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

No centenário do desenhador poeta – 3

caprioli-e-a-sua-pranchetaApresentamos seguida- mente as páginas 16-24 de um trabalho com o título em epígrafe, publicado em 2012 pela Câmara Municipal de Moura, no âmbito de uma exposição organi- zada por Luiz Beira e Carlos Rico, come- morativa do centenário do famoso Mestre ita- liano (1912-1974), que esteve também patente em Viseu, em Agosto desse mesmo ano, por iniciativa do GICAV (Grupo de Intervenção e Criatividade Artística de Viseu).

Tanto o fanzine de Moura como o e-book editado pelo GICAV, recheados de imagens das histórias originais de Caprioli, fotos de família e outros documentos raros e inéditos, estão hoje praticamente esgotados, pelo que decidimos reproduzir neste blogue a sua 1ª parte, extraída directamente do e-book, que contém, na parte final, algumas alterações (incluindo novas e excelentes imagens).

O texto e a coordenação, tanto do fanzine como do e-book, pertencem a Jorge Magalhães e o arranjo gráfico a Catherine Labey, com o apoio de Carlos Rico e Fulvia Caprioli, filha dilecta do saudoso Mestre.

Como o trabalho é extenso e profusamente ilustrado, dividimo-lo em várias partes, procurando, dentro do possível, não quebrar a unidade do todo. Em breve apresentaremos as páginas 25-29.

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

 

No centenário do desenhador poeta – 2

Apresentamos seguidamente as páginas 10-15 de um trabalho com o título em epígrafe, editado pela Câmara Municipal de Moura, no âmbito de uma exposição organizada, em 2012, por Luiz Beira e Carlos Rico, comemorativa do centenário do grande Mestre italiano, que esteve também patente em Viseu, por iniciativa do GICAV (Grupo de Intervenção e Criatividade Artística de Viseu).

Caprioli (foto)Tanto o fanzine de Moura como o e-book editado pelo GICAV, recheados de imagens das histórias originais de Caprioli, fotos de família e outros documentos raros e inéditos, estão hoje praticamente esgotados, pelo que deci- dimos reproduzir agora neste blogue a sua 1ª parte, extraída directamente do e-book, que contém, na parte final, algumas alterações (incluindo novas e magníficas imagens). Mas estas duas edições completam-se, pois o fanzine — além de todo o material reeditado no e-book — publicou uma aventura completa de Olac, o Gladiador, célebre série dos comics ingleses, em que Caprioli, nessa altura a colaborar quase exclusivamente com a Fleetway, grande editora do Reino Unido, fez também um excelente trabalho.

O texto e a coordenação, tanto do fanzine como do e-book, pertencem a Jorge Magalhães e o arranjo gráfico a Catherine Labey, com o apoio de Carlos Rico e Fulvia Caprioli, filha dilecta do saudoso Mestre.

Como o trabalho é extenso e profusamente ilustrado, dividimo-lo em várias partes, procurando, dentro do possível, não quebrar a unidade do todo. Em breve apresentaremos as páginas 16-24.

Layout 1

Layout 1

Layout 1

No centenário do desenhador poeta – 1

Em Junho de 2012, tive o grato prazer e a honra de participar num evento comemorativo do centenário de Franco Caprioli, o grande desenhador italiano, nascido em 5 de Abril de 1912, que foi homenageado pela Câmara Municipal de Moura, no âmbito de uma exposição organizada por Luiz Beira e Carlos Rico, em que também colaborou a filha do saudoso Mestre, Fulvia Caprioli.

Capa DVD CaprioliCoube-me a mim, por convite da organização, coordenar um fanzine e um e-book, este destinado à reposição da mostra em Viseu, durante o mês de Agosto, numa iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Moura e do Gicav (Grupo de Intervenção e Criati- vidade Artística de Viseu). Tanto o fanzine como o e-book, recheados de imagens das histórias originais de Caprioli, fotos de família e outros documentos raros e inéditos — fornecidos pela própria Fulvia, sempre gentilíssima e pronta a colaborar em tudo o que estava ao seu alcance —, obtiveram grande êxito, esgotando-se praticamente, apesar de serem edições com algumas centenas de exemplares.

Hoje já se torna difícil adquiri-las e foi essa raridade que me motivou a reproduzir no blogue as páginas desse trabalho, com texto meu e arranjo gráfico de Catherine Labey, tal como saíram nas citadas edições que remontam ao ano de 2012 — tendo a de Moura chegado a ser seleccionada para os prémios do Festival Internacional da Amadora desse ano, na categoria “Fanzines”.

Como o trabalho é extenso, iremos dividi-lo em várias partes, procurando, dentro do possível, não quebrar a unidade do todo. Nenhuma imagem ou trechos do artigo (reproduzido directamente do e-book, cuja versão ficou mais completa) serão suprimidos. Assinale-se, na capa deste e-book, uma vinheta da história Il Tesoro di Tahorai-Tiki-Tabù (O Tesouro dos Mares do Sul), publicada em Portugal no Álbum do Cavaleiro Andante nº 4 (Setembro 1954). Uma aventura maravilhosamente ilustrada que me provocou, página após página (lembro-me bem!), uma sensação de puro deslumbramento!

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

As 12 histórias mais belas de Caprioli – 4

Capa revista Caprioli 150A escolha das “12 histórias mais belas de Caprioli” foi feita com base num inquérito entre cinco pessoas que participaram activamente nos eventos comemorativos, em 2012, do cente- nário do “desenhador poeta”, numa organização conjunta da Câmara Municipal de Moura e do GICAV (Viseu): Carlos Rico, Luiz Beira, Jorge Magalhães, Carlos Almeida e Fulvia Caprioli (esta, embora sem estar presente, como grande especialista e divulgadora da obra de seu pai).

Apresentamos seguidamente a última parte desse inquérito, integrada num e-book (dvd) produzido, em Agosto de 2012, pelo GICAV – Grupo de Inter- venção e Criatividade Artística de Viseu, com mais de 150 páginas recheadas de histórias, fotos e artigos inéditos. Como teve uma tiragem limitada, não garantimos que ainda esteja disponível; mas o fanzine editado pela autarquia de Moura (cuja capa, extraída da história Aquila Maris, reproduzimos novamente) poderá ser adquirido através dos respectivos serviços administrativos ou pedido directamente a Carlos Rico: carlos.rico@cm-moura.pt

No inquérito foram votadas 28 histórias — algumas ainda hoje inéditas em edições portuguesas e brasileiras —, tendo ficado, por isso, mais de metade fora da tabela “oficial”. Mas a sua importância no conjunto da obra de Caprioli justificou que, apesar da inevitável “desordem” cronológica, fossem também incluídas no e-book, aumentando assim um panorama breve e incompleto, mas verdadei- ramente belo, da arte incomparável do mestre italiano. E quando, em itálico, sublinhamos incomparável temos a perfeita noção do significado e do peso desta palavra, que costuma ser usada a torto e a direito, mas no caso de Caprioli é a única que define com propriedade o estatuto raro que alcançou entre os seus leitores, admiradores e colegas de profissão, sem esquecer os louvores dos estetas e dos críticos que durante tanto tempo o ignoraram.    

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

As 12 histórias mais belas de Caprioli – 3

Capa DVD CaprioliA escolha das “12 histórias mais belas de Caprioli” foi feita com base num inquérito entre cinco pessoas que participaram activamente nos eventos comemorativos, em meados de 2012, do centenário do “desenhador poeta”, numa organização conjunta da Câmara Municipal de Moura e do GICAV (Viseu): Carlos Rico, Luiz Beira, Jorge Magalhães, Carlos Almeida e Fulvia Caprioli (esta como grande especialista e divulgadora da obra de seu pai).

Aqui têm mais algumas páginas desse trabalho com as mais belas histórias do mestre italiano (nenhuma foi deixada de fora), nas versões originais e pela ordem em que foram classificadas, todas fazendo parte de um e-book (dvd) produzido, em Agosto de 2012, pelo GICAV – Grupo de Intervenção e Criatividade Artística de Viseu, com muito material inédito no nosso país. Alguns exemplares desse e-book poderão ainda estar disponíveis, assim como do fanzine editado pela Câmara Municipal de Moura.

Advertência aos leitores: o episódio L’Isola Tabu, publicado em 1945, é a única excepção à regra, nesta primeira parte da tabela, pois ficou em 15º lugar, com 11 pontos, mas foi colocado a par de L’Isola Giovedi (11º classificado), por se tratar de histórias cuja temática é muito semelhante e que Caprioli, aliás, sempre prezou como dois dos seus melhores trabalhos. O 12º lugar coube a outra obra de grande beleza figurativa, publicada em 1954 no Il Vittorioso: Dakota Jim, o Cowboy Verde, um dos raros westerns com a assinatura de Caprioli, que deslumbrou também muitos leitores do Cavaleiro Andante.

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

As 12 histórias mais belas de Caprioli – 2

Capa revista Caprioli 150Como já referimos, a escolha das “12 histórias mais belas de Caprioli” foi feita com base num inquérito entre cinco pessoas que participaram activamente nos eventos comemorativos, em 2012, do centenário do “desenhador poeta”, numa organização conjunta da Câmara Municipal de Moura e do GICAV (Viseu): Carlos Rico, Luiz Beira, Jorge Magalhães, Carlos Almeida e Fulvia Caprioli.

Cada voto numa história equivalia a x pontos (escala de 1 a 12) e do seu somatório nas tabelas individuais resultou o quadro com a classificação geral, que aqui reproduzimos recentemente, dando também a conhecer outros títulos votados no inquérito, mas que ficaram de fora desse quadro por terem tido menos pontuação ou menos votações (caso de “Os Pescadores de Pérolas”, com os mesmos 13 pontos do 12º classificado, mas apenas com dois votos).

Num inquérito mais alargado, surgiriam certamente alterações significativas, com algumas histórias a reforçar posições e outras, em lugares mais precários, a sair da tabela. Há, no entanto, uma variante de certa importância, pois Fulvia Caprioli votou numa escala mais genérica, abrangendo histórias inéditas em Portugal, como L’Isola Tabù, Il segno insanguinato e Moby Dick (2ª versão, publicada postumamente em 1975), e Carlos Rico escolheu outra história desconhecida entre nós: “A Patrulha Branca” (La Patrouille Blanche).

Aqui têm mais algumas páginas desse trabalho com as mais belas histórias de Caprioli, nas versões originais e pela ordem em que foram classificadas, todas fazendo parte de um e-book (dvd) editado em Agosto de 2012 pelo GICAV – Grupo de Intervenção e Criatividade Artística de Viseu.

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

Layout 1

As 12 histórias mais belas de Caprioli – 1

Este inquérito — que aqui divulgamos a título de curiosidade, pois apenas exprime algumas opiniões pessoais — partiu de uma ideia que tive ao coordenar um fanzine comemorativo do centenário do nascimento de Franco Caprioli, editado em 2012 pela Câmara Municipal de Moura (nº 4 da Colecção JM).

Na impossibilidade, por falta de tempo e de espaço, de o tornar mais abrangente, esse inquérito ficou limitado aos principais organizadores e colaboradores dos eventos dedicados à assinalável efeméride — que, além da publicação do referido fanzine e de um e-book (dvd), incluíram duas magníficas exposições realizadas em Moura e em Viseu (esta última sob a égide do GICAV Capa DVD Caprioli– sigla do Grupo de Intervenção e Criatividade Artís- tica de Viseu), colóquios, palestras e venda de revistas.

Portanto, os participantes no inquérito subordinado ao título “As 12 histórias mais belas de Caprioli” foram apenas cinco: Carlos Rico (principal coorde- nador da exposição de Moura, também patente em Viseu), Luiz Beira (comissário dessa mesma exposição), Carlos Almeida (director do GICAV), Jorge Magalhães (autor do fanzine e do e-book) e Fulvia Caprioli, filha do grande mestre italiano.

Claro que Fulvia não podia ter ficado de parte, pois foi um dos mais activos e importantes elos da exposição, fornecendo muito material inédito tanto para essa (dupla) mostra como para o e-book editado pelo GICAV, em complemento do fanzine que realizei para o Salão de Moura, com a preciosa assistência técnica de Catherine Labey, que se encarregou da digitalização das gravuras e da montagem das páginas. Foram quase seis meses de intenso trabalho, mas valeu a pena!

Recheado de histórias, fotos e artigos inéditos, esse e-book teve uma tiragem bastante limitada, pelo que é provável já não estar disponível; mas o fanzine editado pela autarquia de Moura poderá ainda ser adquirido através dos respectivos serviços administrativos ou pedindo-o directamente a Carlos Rico: carlos.rico@cm-moura.pt

As páginas que se seguem foram extraídas do e-book, que tal como o fanzine apresentou muito material a cores e a preto e branco, excelentemente reproduzido, além de uma extensa quadriculografia portuguesa e brasileira de Caprioli, um dos autores mais amados pelos bedéfilos destes países. 

Layout 1

Layout 1

Layout 1+Layout 1

Layout 1

Layout 1

 

WordPress.com Apps

Apps for any screen

Le chat dans tous ses états - Gatos... gatinhos e gatarrões! de Catherine Labey

Pour les fans de chats e de tous les animaux en général - Para os amantes de gatos e de todos os animais em geral

largodoscorreios

Largo dos Correios, Portalegre

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa